• Facebook
  • Feed RSS





(Exercício de Imaginação)
 
Apresentação
 
A organização de (Exercício de Imaginação) se pautou em assuntos, falas, ações e traços da vida do artista Meyer Filho, ligada, sem distinção, à arte. Os eixos que compõe este livro estão divididos em 3 blocos: (Com), (Sobre) e (A Partir) de Meyer Filho, complementados por (Arquivos Implacáveis).
Passar pela voz de Meyer Filho significa, aqui, uma possibilidade de junção da sua vida performática com o gesto sensível e minucioso, ora explosivo, de seus desenhos e pinturas. No revés do lacônico, Meyer sempre arriscou o preenchimento, a reiteração de atos, a repetição das mesmas histórias e crônicas que já haviam sido enunciadas. O propósito do livro também é o de refletir sobre a produção artística deste, da década de 50 a 90 do século XX, reunindo artigos críticos e teóricos, bem como obras de artistas contemporâneos que se apresentam como textos visuais.
A irrupção imagética proporcionada pela obra de Meyer Filho não está dissociada dos relatos do artista sobre suas viagens à Marte, das autobiografias e anotações perspicazes em documentos e obras, das entrevistas concedidas por ele aos veículos de comunicação, da sua vida pessoal e de bancário, dos quintais e viveiros organizados como espaços de criação. Consideramos a voz e a opinião do artista, apresentando-o multifacetado, como o cronista, que ele sempre foi, da cidade e da própria obra.

Arquivos Relacionados